Sucesso europeu em 2012 depende dos mercados emergentes

BRICÉ dos BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) que a Europa depende em 2012 para fazer face à crise, de acordo com a revista Exame. Estes estão entre os dez principais parceiros comerciais da União Europeia.

Espera-se uma recessão em 2012 e antes que os seus efeitos se comecem a sentir, a Europa quer estar preparada. Por essa razão, a aposta nos BRIC como principal mercado para absorver as exportações europeias tornou-se prioritária para a ministra do Comércio e Investimentos da Dinamarca, Pia Olsen Dyhr.

Os mercados emergentes consomem grande parte das exportações da Europa. Basta referir que um em cada quatro produtos tem como destino os BRIC. O Brasil, por exemplo, passou do 17º lugar, em 2005, para 9º no que diz respeito ao volume de importações provenientes da União Europeia (UE). Nos últimos anos, o país injectou 39,1 mil milhões de dólares na economia europeia.

Os EUA continuam a liderar a lista dos principais parceiros comerciais da UE. O país governado por Barack Obama absorve 18% das exportações.

Artigos relacionados
Comentários