Precisam de uma ideia brilhante? Roubem-na!

Desde que Steve Jobs anunciou a sua retirada do cargo de CEO da Apple há algumas semanas, houve uma avalanche de artigos sobre o seu estatuto como visionário e como transformou a música, os telemóveis e o acesso à informação.

Por Ralph Morientes

Não é possível negar o seu sucesso e a empresa que construiu, mas isso fez-me pensar se ser um visionário é uma condição necessária para construir uma empresa bem sucedida. Eu acho que não. Eis porquê. Bem, não estou a dizer que não é importante compreender as necessidades das pessoas. E não estou a dizer que satisfazer essas necessidades com uma ideia verdadeiramente original não é algo de valor. Ambos são factores importantes. Mas estou a dizer que quando puderem apropriar e desenvolver ideias de outros empreendedores e empresas, façam-no. Como líderes das vossas empresas, já sabem que não conseguem ter todas as ideias que podem melhorar o vosso negócio; precisam dos colaboradores. Por isso, porque não ir buscar ideias a quem está fora da empresa e pensou nas coisas antes de vocês? Eis alguns exemplos de ideias inteligentes que retirei de empresas de sucesso e que poderá aplicar na sua vida profissional:

> Escolher a localização
A Meineke Muffler Shops escolhia a localização sem fazer qualquer pesquisa; simplesmente abria uma loja ao lado dos concorrentes, a Midas. Usar a pesquisa dos outros poupa tempo e dinheiro.

> Marketing
Quando lancei a empresa de venda de estores pela net NoBrainerBlinds.com em 1996 (sim, sou velho), quis demonstrar velocidade e credibilidade. Por isso escolhi um logótipo com as cores roxo e cor-de-laranja (como a FedEx). Não tenho provas concretas de que tenha sido o logótipo a fazer a diferença, mas o nosso website ganhou vida (o suficiente para lançarmos o Blinds.com) e o resto é história.

> Website
A nossa equipa de marketing da Blinds.com gasta todas as semanas imenso tempo a analisar os websites dos outros para aprenderem formas melhores de mostrar produtos, de navegar e de sublinhar as vantagens. Descobrimos o website de uma empresa de produtos electrónicos que fazia questão de apresentar os clientes aos peritos do call center na página principal do website. Gostámos tanto da ideia que a copiámos com fotografias e biografias dos nossos peritos em decoração no Blinds.com. Ajudou a personalizar a compra on-line de estores.

> Comunicação
Após visitarmos o Googleplex e depois de saber que os seus fundadores têm reuniões gerais todas as sextas-feiras, ocorreu-me que se a Google pode fechar durante 30 minutos, nós podemos fechar durante 15. Agora todas as sextas-feiras, das 14 às 14.15, desligamos os telefones e a empresa inteira fala sobre o que é importante. (Também chamamos ao nosso escritório o The Blins.comPLEX.)

> Contratação de pessoal
De certeza que, ao comprarem bens e serviços, já encontraram bons profissionais. Se essas pessoas foram bem formadas, pode valer a pena pedirem-lhes para trabalharem para vocês e aproveitar os benefícios da formação de outra empresa.

> Cultura
A cultura da vossa empresa não pode ser copiada ou retirada de outra empresa, mas quando encontram formas que outros arranjaram para exemplificar valores que vocês também possuem, vale a pena copiá-las. Quando visitei a sede da Zappos.com, havia um pequeno quadro branco onde os visitantes escreviam o que queriam. Agora temos um quadro branco que encoraja os nossos colaboradores a colocarem formas de melhorar o trabalho (um dos nossos principais valor é o aperfeiçoamento contínuo). Todos desejaríamos ter a aptidão e o sucesso de Steve Jobs e de outros empreendedores de sucesso. Até lá, o melhor é manter um bom poder de observação. Não há nada de errado em aproveitar o sucesso dos outros, se puderem.

Artigos relacionados
Comentários