Portugueses sabem que “não há alternativa” a trajeto de consolidação orçamental

Durão BarrosoO presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, manifestou confiança na “sabedoria” dos portugueses, que sabem que “não há alternativa” a um caminho de consolidação das contas públicas.

“As pessoas podem discordar desta ou daquela medida, mas no fundo sabem  que não há alternativa a um caminho de consolidação orçamental e reformas  estruturais. A esmagadora maioria das pessoas sabe isso”, disse Barroso  aos jornalistas portugueses em Estrasburgo, à margem da sessão plenária  do Parlamento Europeu.

Barroso conhece e reconhece as dificuldades que a aplicação das medidas impostas pela troika tem custado aos portugueses e diz que Portugal “está no bom caminho”.

“Em Portugal, diferentemente dos outros países, houve um acordo social  entre o Governo, os empresários e uma central sindical bastante relevante.  Isso é um ponto muito positivo a favor de Portugal porque revela que embora  não haja unanimidade na resposta à crise há uma base bastante ampla quanto  às principais orientações”, considerou.

Artigos relacionados
Comentários