Pelé processa Samsung

O ex-futebolista brasileiro Pelé quer uma compensação de 30 milhões de dólares (26,5 milhões de euros) por a Samsung ter, alegadamente, utilizado a sua imagem numa campanha. Em causa está um anúncio de imprensa da tecnológica sul-coreana em que surge um homem muito parecido com Pelé.

Embora nunca seja utilizado o seu nome e a fotografia não seja, de facto de Pelé, o antigo jogador da selecção do Brasil acredita que a sua identidade foi usada indevidamente e seguiu, por isso, para tribunal. O processo diz respeito ao anúncio publicado no passado mês de Outubro para promover as televisões de alta-definição da Samsung.

Na queixa, Pelé acrescenta que o anúncio pode confundir os consumidores e prejudicar o valor dos direitos de patrocínio do ex-jogador. Neste momento, Pelé tem acordos de patrocínio com marcas como Volkswagen, Subway, Emirates e Procter & Gamble.

Artigos relacionados
Comentários